Verdade e Ficção em O Código Da Vinci - Bart D. Ehrman
Um Historiador Revela o que Realmente Sabe Sobre Jesus, Maria Madalena e Constantino
Edição/reimpressão:
2005
Páginas:
248
Editor:
Gradiva
ISBN:
9789896160357
Idioma:
Português
10%
€2,50
Ganhe €0,25
Envio até 4 dias
 

Sinopse

PARA OS LEITORES QUE SE QUEREM INFORMAR, DUAS EDITORAS DE REFERÊNCIA — OXFORD UNIVERSITY PRESS E GRADIVA — PUBLICAM O LIVRO QUE REVELA O QUE É HISTÓRIA, FICÇÃO E MENTIRA EM O CÓDIGO DA VINCI.

O Código Da Vinci é uma obra de ficção, que se lê, aliás, com muito interesse. O que é estranho é o autor declarar que o livro contém informação histórica rigorosa. O que não é verdade.

O historiador Bart D. Ehrman mostra neste livro esclarecedor que O Código Da Vinci está cheio de inúmeros erros históricos. Bart Ehrman desmonta minuciosamente todos esses erros, que por serem apresentados como verdades históricas, iludem os leitores.

Esta obra de Bart D. Ehrman não é apenas uma enumeração dos erros históricos de O Código Da Vinci e a demonstração inequívoca da interpretação errada que Brown faz da História. Ehrman oferece uma grande riqueza de informação fascinante sobre o cenário —historicamente exacto — do Cristianismo dos primeiros tempos. Descreve, por exemplo, a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto (que não são de conteúdo cristão, ao contrário do que Dan Brown escreve em O Código Da Vinci); sublinha em termos simples como os estudiosos do Cristianismo dos primeiros tempos determinaram as fontes mais fiáveis e analisa os muitos outros evangelhos que foram encontrados no último meio século.

Ehrman separa o que é facto do que é ficção, as realidades históricas dos devaneios da fantasia literária. E deixa outras interrogações que desafiam os leitores de espírito livre.

Publicado por duas editoras de referência — Oxford University Press e Gradiva — este é o livro que faltava, o livro certamente muito desejado por aqueles inúmeros leitores de O Código Da Vinci que não gostariam de ser enganados e que querem conhecer a verdade histórica.

Verdade e Ficção em O Código Da Vinci de Bart D. Ehrman
Excerto

Alguns Erros Factuais em O Código Da Vinci

1. É falso que a vida de Jesus tenha sido «registada por milhares de seguidores em todo o mundo.» Ele não tinha sequer milhares de seguidores e muito menos letrados (p. 231).

2. Não é verdade que oitenta Evangelhos «foram apreciados para o Novo Testamento» (p. 231). Isto faz parecer que houve um concurso, enviado por correio...

3. Não é, de modo algum, verdade que Jesus não fosse considerado divino até ao Concílio de Niceia e que antes disso fosse apenas considerado um «profeta mortal». A maior parte dos cristãos no princípio do século IV reconhecia-o como divino. (Alguns achavam que era tão divino que nem sequer era humano!)

4. Constantino não encomendou uma «nova Bíblia» que omitisse as referências às características humanas de Jesus. Para começar, não encomendou absolutamente nenhuma Bíblia. Por outro lado, os livros que foram incluídos estão repletos de referências às suas características humanas (ele tem fome, cansa-se, irrita-se, aborrece-se, sangra, morre...).

5. Os Manuscritos do Mar Morto não foram «achados em 1950», mas em 1947. E os documentos de Nag Hammadi não contam a história do Graal, nem destacam as características humanas de Jesus. Bem pelo contrário.

6. «O decoro social da época» não proibia de modo algum «um judeu adulto de não ser casado». Na verdade, a maior parte da comunidade que está por detrás dos Manuscritos do Mar Morto era de homens celibatários.

7. Os Manuscritos do Mar Morto não estavam entre «os primeiros registos cristãos». Eram judeus e não continham nada de cristão.

8. Não temos qualquer ideia da linhagem de Maria Madalena. Não há nada que a ligue à «Casa de Benjamin». E ainda que estivesse ligada a ela, isso não a tornava descendente de David.

9. Maria Madalena estava grávida na crucificação? Essa é boa!

10. O documento Q não é um documento que se salvou e que está escondido pelo Vaticano, nem é um livro, alegadamente, escrito pelo próprio Jesus. Trata-se de um documento hipotético que os estudiosos supuseram ter estado ao alcance de Mateus e de Lucas, que seria sobretudo uma série de pensamentos de Jesus. Os eruditos católicos romanos pensam dele o mesmo que os não católicos; não há nada de secreto quanto a isso.

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Verdade e Ficção em O Código Da Vinci
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Bart D. Ehrman é uma autoridade em matéria de história da Igreja nos primeiros tempos e da vida de Jesus, presidindo ao Departamento de Estudos Religiosos da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill. Além da sua actividade universitária, tem participado frequentemente em programas do Canal História, da CNN e de outras estações de rádio e de televisão. Gravou várias séries de palestras muito populares para a Teatching Company e é, nomeadamente, autor de Jesus, Apocalyptic Prophet of the New Millenium (OUP, 1999), Lost Christianities (OUP, 2004) e Lost Scriptures (OUP,

(...)

Bibliografia

2017
HARPERCOLLINS PUBLISHERS INC
2016
OXFORD UNIVERSITY PRESS INC
2016
HARPERCOLLINS PUBLISHERS INC
2015
OXFORD UNIVERSITY PRESS INC
2015
HARPERCOLLINS PUBLISHERS INC
2014
HARPERCOLLINS PUBLISHERS INC

Características

Verdade e Ficção em O Código Da Vinci de Bart D. Ehrman

Ano de edição ou reimpressão: 2005

Editor: Gradiva

Idioma: Português

Dimensões: 139 x 209 x 12 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 248


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Religião e Moral > Ciência e História das Religiões


Verdade e Ficção em O Código Da Vinci
 

Do mesmo autor

Bart D. Ehrman 
Bart D. Ehrman 
Bart D. Ehrman 

Veja outros titulos do tema

Bertrand Pinçon 
Ermes Ronchi 
O servo de Deus Guido Schäffer
Ricardo Figueiredo 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal