Uma Menina Estranha - Margaret M. Scariano
Autobiografia de uma autista
Edição/reimpressão:
1999
Páginas:
193
Editor:
Diversos
ISBN:
9788571649637
Idioma:
Português do Brasil, Português
10%
€18,51
Ganhe €1,85
Esgotado ou não disponível.
ALERTA - avisar-me por e-mail quando novamente disponível
 

Sinopse

Autobiografia da engenheira e bióloga Temple Grandin, que bem cedo foi diagnosticada como autista. Conversando com o neurologista Oliver Sacks, ela pronunciou uma frase que dá bem a medida de como o mundo lhe parece estranho: "A maior parte do tempo eu me sinto como um antropólogo em Marte".
Até os três anos e meio, Temple só se comunicou por intermédio de gritos, assobios e murmúrios de boca fechada. A sua mãe percebeu que já aos seis meses ela não se aninhava no colo: ficava rígida, rejeitava o corpo que queria abraçá-la. Na escola, batia na cabeça das outras crianças. Em vez de argila ou massinha sintética, usava as próprias fezes para modelar e espalhava as suas criações pelo quarto. Às vezes ignorava sons altíssimos, mas reagia com violência aos estalidos de uma folha de celofane. O cheiro de uma flor recém-colhida podia deixá-la descontrolada ou fazê-la refugiar-se no seu mundo interior. Somente quando já tinha quase trinta anos conseguiu dar um aperto de mão e olhar nos olhos de outra pessoa. Construiu uma "máquina de abraço" para pressioná-la sem o desconforto intenso que um outro corpo humano provoca nela.
O grau de autismo de Temple Grandin não é o mais alto, e por isso o mundo que ela criou não se parece com uma fortaleza onde ninguém pode entrar. Temple tornou-se uma profissional extremamente bem-sucedida. Projecta equipamentos e instalações para a pecuária. Todos os corredores e currais que desenha são redondos, pois o gado tem mais facilidade em seguir um caminho curvo - primeiro porque, não vendo o que há no fim do caminho, fica menos assustado; segundo porque o desenho curvo aproveita o comportamento natural do animal, que é descrever círculos. Ela faz uma analogia: com as crianças autistas é preciso agir do mesmo modo, isto é, trabalhando a favor delas, ajudando-as a descobrir e desenvolver seus talentos ocultos.
De certa forma, esta autobiografia diz-nos que todas as pessoas se podem tornar menos "estranhas".

Uma Menina Estranha de Margaret M. Scariano , Temple Grandin

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Uma Menina Estranha
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Características

Uma Menina Estranha de Margaret M. Scariano , Temple Grandin

Ano de edição ou reimpressão: 1999

Editor: Diversos

Idioma: Português do Brasil, Português

Dimensões: 130 x 210 x 10 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 193


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Ciências Sociais e Humanas > Psicologia


Uma Menina Estranha
 
" />

Do mesmo autor

Labeled Autistic
Margaret M. Scariano 

Veja outros titulos do tema

Rafael Santandreu 
Livro de Bolso
Eduardo Sá 
Viva esta etapa de forma harmoniosa e positiva, com regras, respeito, equilibrando obediência e liberdade
Cristina Valente 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal