Ulisses - James Joyce
Edição/reimpressão:
1994
Páginas:
552
Editor:
Difel
ISBN:
9789722901079
Idioma:
Português
10%
€20,19
Ganhe €2,02
Esgotado ou não disponível
 

Sinopse

A 16 de Junho de 1904, um judeu irlandês chamado Leopold Bloom sai de casa para comprar os rins que a mulher adora comer ao pequeno-almoço, ir à Posta Restante buscar as cartas de amor da amante, cumprir as suas obrigações de angariador de publicidade e assistir ao enterro de um velho conhecido no cemitério.
O Sr. Bloom, como Ulisses através dos mares, vai ser arrastado através de Dublin numa odisseia trivial e aventureira. A ilha dos Lotófagos, a gruta de Polifemo e a caverna de Circe tomam aqui nomes de praças de Dublin, de bares e de bordéis irlandeses; Nausicaa, Penélope, Telémaco e os pretendentes são empregadas de bares, uma cantora, um jovem professor de História falador e boémio, um velho empresário corrupto ou ébrios eloquentes. Será apenas na madrugada seguinte, bem comido e melhor bebido, que Leopold Bloom regressará a casa — Ítaca, após ter sido expulso de um bar por um sujeito intratável, depois também de ter apanhado no bordel uma bebedeira memorável que termina num pandemónio fabuloso e repercorrido, titubeante, a história da vida de um pobre diabo judeu irlandês, enganado pela mulher e que corre atrás de qualquer saia que lhe passa perto.
Terá pelo caminho refeito todo o percurso da História, paródica e sublime, a história de tudo o que a Humanidade inventou para atravessar a terra: línguas, culturas, metafísicas, filosofias, teologias, erotismos, ritos, brincadeiras, preces, magias, sem esquecer o "whisky", o vinho tinto e os rins fritos em manteiga, sem esquecer também os prodígios da palavra humana, única alavanca de Arquimedes que poderia, sem ponto de apoio, levantar o mundo.
Considerado por críticos de todo o mundo como uma das mais importantes criações literárias do Século XX, Ulisses teve, desde o começo, uma carreira atribulada.
O puritanismo dominante na cultura anglo-saxónica não podia tolerar a liberdade, a absoluta franqueza de Ulisses e o livro é considerado obsceno e os primeiros capítulos publicados em Londres e em Nova Iorque foram queimados ou confiscados.
É assim que Ulisses é publicado pela primeira vez em Paris e as reedições se sucedem com frequência e regularidade sem todavia resultarem as tentativas de introduzir o livro nos países de língua inglesa.
Entretanto, contrabandeado das mais engenhosas maneiras, o livro vai-se convertendo em tema de livros e a situação começa a amadurecer para, pelo menos nos Estados Unidos, se pensar na sua publicação. Assim acontece efectivamente em 1933, mas só em 1936 é permitida a sua edição em Inglaterra.
É pois, este Ulisses que nos orgulhamos, em 1983, de apresentar pela primeira vez em Portugal, trazendo ao conhecimento dos leitores portugueses a obra fundamental de Joyce e uma das mais importantes e controversas da literatura contemporânea.
Ulisses de James Joyce

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Ulisses
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Escritor irlandês nasceu em 1882, no subúrbios de Dublin, e morreu em 1941 em Zurique. A sua obra, e Ulysses em especial, foi determinante na evolução da literatura (...)

Bibliografia

2017
Wisehouse Classics
2017
Whitley & Coventry
2017
Trieste Publishing
2017
Trieste Publishing
2017
ALMA BOOKS LTD

Características

Ulisses de James Joyce

Ano de edição ou reimpressão: 1994

Editor: Difel

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 230 x 20 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 552

Coleção: Literatura Estrangeira


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Romance


Ulisses
 

Do mesmo autor

James Joyce 

Veja outros titulos do tema

Afonso Noite-Luar 
Livro 3 da Trilogia do Lótus
José Rodrigues dos Santos 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal