Rafael - Francisco Calvo Serraller
Edição/reimpressão:
2000
Páginas:
134
Editor:
Editorial Estampa
ISBN:
9789723315639
Coleção:
Idioma:
Português
10%
€24,22
Ganhe €2,42
Esgotado ou não disponível
 

Sinopse

Rafael de Sanzio nasceu em Urbino a 6 de Abril de 1483 e faleceu em Roma a 6 de abril de 1520, no próprio dia em que fazia trinta e sete anos. É considerado, com Miguel Ângelo e Leonardo da Vinci, um dos grandes mestres do Renascimento italiano. De 1500 a 1504 viveu em Perúgia, onde foi discípulo e colaborador de Perugino, sob cuja orientação pintou a Coroação da Virgem (1503) e Os Esponsais da Virgem (1504), obras de composição aprazível e colorido claro. Influenciado pela arte de Leonardo e de Miguel Ângelo e pelos grupos figurativos de Fra Bartolomeo, abandonou a tendência intimista do seu mestre e aperfeiçoou, durante a sua permanência em Florença (1504-1508), um estilo pictórico em que as formas e as composições claras e simétricas estão sujeitas a uma ordem clássica harmónica e equilibrada: O Sonho do Cavaleiro (1504), As Três Garças (1505). Ao mesmo tempo, o tema da Virgem com o Menino começou a ganhar cada vez mais importância na sua obra: Maria com o Menino e São João, também conhecido como A Bela Jardineira (1507), e a Madona do Grão-Duque (1505) são algumas das obras deste período. Em 1508, chamado pelo papa Júlio II, foi para Roma, onde residiu até à morte. O seu estilo tendeu então para o monumental, em virtude da encomenda que recebeu. Fez a decoração das loggia do Vaticano, a sua maior obra, pintou numerosos frescos (A Glória da Trindade, Igreja de São Severo, Perúgia; Isaías entre dois "Putti", Igreja de Santo Agostinho) e executou pinturas de tectos. Entre 1514 e 1519 projectou as decorações das loggia vaticanas, grande parte das quais foram executadas pelos membros da sua grande oficina, enquanto os frescos da Villa Farnesina (O Tiunfo de Galateia, c. 1512) são obra do próprio Rafael. Cerca de 1516 concluiu os cartões dez tapetes destinados à Capela Sistina, com a história dos Actos dos Apóstolos. Entre as obras mais expressivas do período romano contam-se as representações de Madonas, de entre as quais sobressaem a do Baldaquino (1510-1512), Alba (c. 1510), Aldobraudini (1510), Sistina (1513) e a Madona da Cadeira (1516), bem como os retratos do Cardeal Alidori (c. 1510), do papa Júlio II (1511-1512) e o de Leão X com os Cardeais Júlio de Médicis e Luís de Rossi (1518) e alguns quadros de tema religioso: Santa Cecília (1514-1515) e a Visão de Ezequiel (1518). A sua última obra foi A Trasfiguração (1519). Como arquitecto, Rafael executou numerosas obras e notáveis projectos, entre eles os da fachada da Igreja de São Lourenço (1514) e do Palácio Pandolfini (1517), em Florença, bem como os da Villa Madona, perto de Roma. A partir de 1515 sucedeu a Bramante na direcção das obras de São Pedro do Vaticano.

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Rafael
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Características

Ano de edição ou reimpressão: 2000

Editor: Editorial Estampa

Idioma: Português

Dimensões: 290 x 310 mm

Encadernação: Capa dura

Páginas: 134

Coleção: Os Mestres Pintores


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Arte > Pintura


Rafael
 

Do mesmo autor

Francisco Calvo Serraller 
Francisco Calvo Serraller 
Francisco Calvo Serraller 

Veja outros titulos do tema

Isabel Allende 
Manuela France 
Para pintar e meditar - Citações inspiradoras
Bookout 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal