Quando Eu Era Fotógrafo - Félix Nadar
Edição/reimpressão:
2017
Páginas:
128
Editor:
Cotovia
ISBN:
9789727953776
Idioma:
Português
10%
€14,00
Ganhe €1,4
Em stock - Envio imediato
 

Sinopse

"O daguerreótipo dava então lugar à fotografia. Não sem antes ter tido o seu momento e glória nas mãos dos engenheiros Chevalier e Lerebours e ainda de Richebourg, o oculista, que nunca deixava de juntar à sua assinatura os .:. maçónicos: parece que, nessa época, era um título. Houve outros profissionais que souberam aproveitar igualmente bem a placa revestida a prata: o excelente Vaillat e o inefável Legros, esse homem exuberante com os seus roupões em brocado, galvanizaram os últimos dias felizes do Palais-Royal, de que a província não conseguia desprender-se e que acabou por desaparecer com eles.

No entanto, o Rhône e a Saône ainda se extasiavam com as placas do bom Thierry de Lyon, e Randon, o caricaturista, também passou por elas. Mas era o fim do daguerreótipo, com a chegada da fotografia; como se dizia na altura, ‘Isto matava Aquilo’".
Quando Eu Era Fotógrafo de Félix Nadar

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Quando Eu Era Fotógrafo
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Gaspard-Félix Tournachon nasce em 1820, em Paris. Após abandonar o curso de medicina, começa a trabalhar, sob o pseudónimo de Félix Nadar, como jornalista e caricaturista para diversos jornais. Em 1854, abre o seu primeiro estúdio fotográfico.

O Atelier Nadar torna-se num local de referência e o ponto de encontro dilecto da intelligentsia parisiense, albergando, em 1874, a primeira exposição de pintura impressionista. Figura incontornável da história da fotografia, Nadar dedica-se sobretudo à fotografia de retrato.

Personalidades como Pierre-Joseph Proudhon, Charles Baudelaire, Victor Hugo, Sarah Bernhardt ou Franz Liszt posam para os seus retratos fotográficos, os quais figuram entre os mais aclamados do século XIX.

Graças ao seu espírito inovador e engenhoso, Nadar concretiza duas empresas à época extraordinárias: tirar fotografias (...)

Bibliografia

2011
Nabu Press
2010
Livres G�n�raux
2010
BiblioLife

Características

Quando Eu Era Fotógrafo de Félix Nadar

Ano de edição ou reimpressão: 2017

Editor: Cotovia

Idioma: Português

Dimensões: 128 x 202 x 7 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 128


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Arte > Fotografia


Quando Eu Era Fotógrafo
 

Do mesmo autor

(Notes Au Crayon)...
Félix Nadar 
Félix Nadar 

Veja outros titulos do tema

Nuno Cardal 
Fotografias de 1974-2017
Alfredo Cunha 
Adelino Gomes 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal