O Arquipélago Gulag - Aleksandr Soljenítsin
Edição/reimpressão:
2017
Páginas:
592
Editor:
Sextante Editora (chancela)
ISBN:
978-989-676-174-5
Idioma:
Português
10%
€30,00
Ganhe €3
Em stock - Envio imediato
 

Sinopse

Escrito clandestinamente de 1958 a 1967, o manuscrito de O arquipélago Gulag foi descoberto pelo KGB em 1973, na sequência da prisão de Elizabeth Voronskaïa, uma colaboradora de Soljenítsin que o dactilografava. Na sequência disso, Soljenítsin, que tinha sido galardoado com o Prémio Nobel em 1970, decide publicar o livro no exterior. Uma primeira edição em russo é publicada em Paris ainda em 1973 e depois finalmente a edição francesa, no verão de 1974. Soljenítsin fora entretanto preso, acusado de traição, despojado da nacionalidade soviética e enviado para o exílio, onde estará vinte anos, até ao seu regresso à Rússia em 1994.

Para realizar este extraordinário livro, Soljenítsin foi ajudado pelo testemunho de 227 sobreviventes dos campos do Gulag. O livro agora publicado pela Sextante, no âmbito do projeto de edição em língua portuguesa das principais obras do autor, é a versão abreviada, num só volume, preparada por Soljenítsin e por sua mulher, Natália, com o objetivo de tornar mais acessível este livro aos leitores estrangeiros e a novos leitores. Traduzida diretamente do russo por António Pescada, eis pois uma obra excecional, um livro de combate contra o totalitarismo de face estalinista, um livro que ainda hoje nos queima as mãos.

Não esqueçamos as palavras de Soljenítsin: «Devemos condenar publicamente a ideia de que homens possam exercer tal violência sobre outros homens. Calando o mal, fechando-o dentro do nosso corpo para que não saia para o exterior, afinal semeamo-lo.»
O Arquipélago Gulag de Aleksandr Soljenítsin
Críticas de imprensa
«Se fizéssemos uma lista dos dez livros mais controversos do século XX, O Arquipélago Gulag, de Aleksandr Soljenítsin (1918-2008), estaria nela.»
Eduardo Pitta,Revista Sábado (5*****)

comentários

Coloque aqui o seu comentário - O Arquipélago Gulag
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Aleksandr Soljenítsin (1918-2008). Combateu na Segunda Guerra Mundial e esteve preso e internado em campos de trabalho forçado de 1945 a 1953, após críticas privadas a Estaline. Ilibado na sequência da «abertura» criada pelo famoso discurso de Krutchev denunciando os crimes estalinistas, foi professor e iniciou o seu percurso de escritor nos anos 50. Um dia na vida de Ivan Deníssovitch, classificado por Aleksandr Tvardovski, seu editor na revista Novy Mir, em 1962, como um «clássico», teve a sua publicação expressamente autorizada por Krutchev e foi estudado nas escolas. Mas a vida de escritor de Soljenítsin viria a ser atribulada e reprimida na sequência da recusa pela União dos Escritores da publicação de Pavilhão de cancerosos e da atribuição do Prémio Nobel da Literatura em 1970. Foi expulso da União Soviética em 1974, vivendo na (...)

Bibliografia

2017
Sextante Editora (chancela)
2015
Sextante Editora (chancela)
2014
LABREU EDICIONS
2014
Sextante Editora
2013
Sextante Editora
2001
Publicações Europa-América

Características

O Arquipélago Gulag de Aleksandr Soljenítsin

Ano de edição ou reimpressão: 2017

Editor: Sextante Editora (chancela)

Idioma: Português

Dimensões: 159 x 242 x 46 mm

Encadernação: Capa dura

Páginas: 592


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Romance


O Arquipélago Gulag
 

Do mesmo autor

Aleksandr Soljenítsin 
Aleksandr Soljenítsin 
Aleksandr Soljenítsin 

Veja outros titulos do tema

Afonso Noite-Luar 
Jay Asher 
A rainha que Portugal imortalizou como Rainha Santa
Isabel Stilwell 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal