Jamais Fomos Modernos - Bruno Latour
Edição/reimpressão:
1994
Páginas:
149
Editor:
Editora 34
Coleção:
Idioma:
Português do Brasil, Português
20%
€36,04
Ganhe €7,21
Sujeito a confirmação no Editor
 

Sinopse

Poluição de rios, embriões congelados, buraco de ozônio, robôs munidos de sensores. O que explica o sentimento de pavor que eles nos causam? Os modernos não pararam de criar objetos híbridos sobre os quais se recusam a pensar. O antropólogo e filósofo Bruno Latour estuda a construção ideológica da modernidade e defende a tese de que o homem, até mesmo aquele que se autodenomina pós-moderno, mal chegou a ser moderno.
Jamais Fomos Modernos de Bruno Latour

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Jamais Fomos Modernos
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Bruno Latour, filósofo e antropólogo, é professor de Sociologia na École Nationale Supérieure des Mines de Paris e na Universidade de Califórnia, San Diego. Autor de diversas obras e inúmeros artigos sobre a ligação das ciências com o resto da cultura e da

(...)

Bibliografia

2017
LA DECOUVERTE
2017
ARPA EDITORIAL, S.L.
2017
POLITY PRESS
2015
LA DECOUVERTE
2014
LA DECOUVERTE
2013
Harvard University Press
2013
POLITY PRESS

Características

Jamais Fomos Modernos de Bruno Latour

Ano de edição ou reimpressão: 1994

Editor: Editora 34

Idioma: Português do Brasil, Português

Dimensões: 140 x 210 x 9 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 149

Coleção: Trans


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Ciências Sociais e Humanas > Filosofia


Jamais Fomos Modernos
 

Do mesmo autor

Bruno Latour 
Eight Lectures On The New Climatic Regime
Bruno Latour 

Veja outros titulos do tema

ou os paradoxos da felicidade
Luc Ferry 
Para uma Fenomenologia da Vida e da Clínica
Florinda Martins 
Pierre Mesnard 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal