Filippo Brunelleschi - Domingos Tavares
O Arquitecto
Edição/reimpressão:
2003
Páginas:
140
Editor:
Dafne Editora
ISBN:
9789729901904
Idioma:
Português
10%
€10,10
Ganhe €1,01
Esgotado ou não disponível.
ALERTA - avisar-me por e-mail quando novamente disponível
 

Sinopse

O livro organiza os conteúdos de uma aula que tem por tema a figura e a obra arquitectónica de Brunelleschi. De acordo com aquele objectivo o trabalho não pretende constituir uma monografia de conteúdo biográfico do primeiro arquitecto do renascimento em Florença, antes procura levantar as condições e particularidades que fizeram emergir um novo conceito na arte de construir. No caso do primeiro momento do renascimento arquitectónico em Florença a figura de Brunelleschi impõe-se consensualmente como a do artista de primeiro plano que mobilizou o entusiasmo dos seus contemporâneos para os valores que os novos tempos vinham abrindo à consciência cívica, revolucionando por esses caminhos a ideia de arquitectura.
É perceptível uma primeira tentação de desenvolver o assunto tratando as obras pela ordem cronológica da sua produção. Em Brunelleschi esse aspecto não é particularmente significativo. A sua actividade como arquitecto desenrolou-se ao longo de vinte e sete anos, entre os quarenta e dois e os sessenta e nove anos de idade. Diferentes obras começaram quase em simultâneo e estiveram ininterruptamente nas preocupações do projectista, sem nunca esquecer uma formação cívica comprometida com os ideais e os companheiros da juventude actuando então e depois na órbita da burguesia progressista do tempo. Claro que o arquitecto de 1446 é bem mais experiente e seguro das suas convicções sobre o mundo da arte e arquitectura do que o era em 1419. Mas o centro das preocupações teóricas e conceptuais conduz o seu modo de fazer para soluções que se revelarão intemporais, integrando hoje o património estabilizado da metodologia projectual em arquitectura.
Uma dimensão que queremos realçar na construção dos novos conceitos surgidos no primeiro momento do renascimento em Florença com fundamento na tradição das vivências artísticas e sociais das cidades saídas da reorganização da economia medieval, é a da noção do desenho para a valorização da forma urbana. Por certo, as situações de crise e conflito que advinham da concorrência entre comunidades rivais ficaram associadas aos inúmeros processos de guerra entre estados e ao consequente incremento da arquitectura militar como agente transformador das artes da guerra. O envolvimento da inteligência criativa na defesa das cidades estimulou o sentido da qualidade urbana intra-muros solidificando a noção de cidadania num contexto de luta e esteve na origem da concepção formal da cidade como um todo. Brunelleschi, em representação das forças sociais dominantes na sua Florença natal, desempenhou um papel significativo na invenção de importantes acções militares dos exércitos florentinos, pelo que não surpreende o seu envolvimento na defesa de uma cultura urbana assente na expressão da arte e no valor da técnica.
A ideia de ordenamento regular e geométrico dos espaços públicos centrais de representação das funções cívicas da cidade está também referenciado à leitura da tradição clássica das formas romanas que atravessou toda a idade média em Florença. Neste sentido, o desejo da praça-forum antecede na primeira cidade da Toscânia as práticas urbanas de reconstrução das praças citadinas segundo a ordem geométrica e a axialidade perspéctica que se expande em Itália na segunda metade de quatrocentos.
O texto toma as linhas de força da proposta inovadora de Brunelleschi e divide a sequência temática em capítulos que realçam a importância da sabedoria técnica, a atenção aos valores da cultura preexistente, o interesse pelo modo romano, a invenção do projecto, as questões da proporção e, finalmente, como leitura consequente dessas problemáticas, a questão central das ideias humanistas do tempo que justificam a importância dos conceitos sobre o espaço e a forma urbana.
Filippo Brunelleschi de Domingos Tavares

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Filippo Brunelleschi
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Domingos Tavares (Ovar, 1939) é arquitecto e Professor Emérito da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, onde ensinou desde 1985 a disciplina que deu origem às Sebentas de História da Arquitectura Moderna publicadas pela Dafne Editora desde 2003. Autor dos livros Da Rua Formosa à Firmeza (Faup, 1985) e Francisco Farinhas Realismo Moderno (Dafne, (...)

Bibliografia

2016
Dafne Editora
2015
Dafne Editora
2015
Dafne Editora
2014
Dafne Editora
2013
Dafne Editora
2012
Dafne Editora
2012
Dafne Editora

Características

Filippo Brunelleschi de Domingos Tavares

Ano de edição ou reimpressão: 2003

Editor: Dafne Editora

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 225 x 9 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 140

Coleção: Sebentas de História da Arquitectura Moderna


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Arte > Arquitetura


Filippo Brunelleschi
 

Do mesmo autor

Arquitecto Municipal
Domingos Tavares 
Domingos Tavares 
Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem
Domingos Tavares 

Veja outros titulos do tema

Um contributo para o seu estudo
Francisco Paulo S. Campos Gil 
Iluminuras na Biblioteca de Évora
Antónia Fialho Conde 
Bernardo Ferrão
Nuno Lacerda Lopes 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal