As Identidades Assassinas - Amin Maalouf
Edição/reimpressão:
1999
Páginas:
176
Editor:
Difel
ISBN:
9789722904650
Idioma:
Português
10%
€10,60
Ganhe €1,06
Esgotado ou não disponível
 

Sinopse

As Identidades Assassinas é, antes de mais, uma lição de cólera e de indignação contra a loucura que, todos os dias e por todo o mundo, incita os homens a matarem-se em nome da sua «identidade».
Amin Maalouf recusa contemplar este massacre imemorial com fatalismo, com resignação. Apoiado na sua própria condição de homem do Oriente e do Ocidente, tenta compreender porquê, na história humana, a afirmação de si próprio segue tantas vezes a par da negação do outro. Trata-se, assim, de uma vasta meditação, profunda e humanista, cuja finalidade explícita é anunciada de imediato: convencer os seus contemporâneos que se pode ficar fiel aos valores de que se é herdeiro, sem que por isso se sinta ameaçado pelos valores de que os outros são detentores.
A história, a anedota, a filosofia, a teologia, sucedem-se na sua demonstração. No final, desprende-se deste livro uma poderosa mensagem de tolerância, servida por um texto límpido, de palavras precisas e concisas.
Escrito um pouco como se dá uma aula mas imbuído de calor, este livro procura fazer a paz e convencer. E consegue-o.
As Identidades Assassinas de Amin Maalouf
Críticas de imprensa
«Tendo-se tornado em tempos recentes o tema das identidades (étnicas, nacionais, culturais…) novamente tão equívoco e criminoso (o título deste livro é claríssimo), esta intervenção do autor de As Cruzadas Vistas pelos Árabes é oportuníssima. Trata-se de um manifesto indignado e por vezes colérico contra a «loucura» presente e (politicamente) oportunista. À qual Maalouf (que nasceu e cresceu no Líbano e vive em França desde os 27 anos) contrapõe a sua própria «identidade»: «Aquilo que faz com que eu seja eu e não outrém, é o facto de me encontrar na ombreira de dois países, de duas ou três línguas, de várias tradições culturais.»
Público

comentários

Coloque aqui o seu comentário - As Identidades Assassinas
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Escritor e jornalista libanês, Amin Maalouf nasceu em 1949, em Beirute, na confissão católica árabe. Filho de Ruchdi Maalouf, um escritor, professor e jornalista, frequentou os colégios jesuítas de Beirute e, após a conclusão dos seus estudos em Economia e Sociologia, continuou a longa tradição familiar no Jornalismo.
Inserido no an-Nahar, um jornal libanês de importância, foi enviado para países como a Argélia, a Índia, o Bangladesh, a Etiópia, a Somália e o Quénia, muitas das vezes para fazer a cobertura de guerras e conflitos armados.
Em 1975, uma onda de violência assolou o Líbano e, com o rebentamento de uma guerra civil, Amin Maalouf optou, em 1977, por se exilar com a família em Paris, onde continuou a exercer a carreira, contribuindo para o Jeune Afrique e para a edição internacional do an-Nahar. Em 1983 publicou o seu (...)

Bibliografia

2017
ALIANZA
2016
EDITIONS DE LA LOUPE
2016
ART 3 - GALERIE PLESSIS
2016
Marcador
2016
ALIANZA

Características

As Identidades Assassinas de Amin Maalouf

Ano de edição ou reimpressão: 1999

Editor: Difel

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 230 x 30 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 176

Coleção: Literatura Estrangeira


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Ensaios


As Identidades Assassinas
 

Do mesmo autor

Amin Maalouf 
Amin Maalouf 
Amin Maalouf 

Veja outros titulos do tema

(4.ª Edição)
Yuval Noah Harari 
Para um debate de Cidadãos
Miguel Oliveira da Silva 
Confissões de Uma Mulher Árabe em Fúria
Joumana Haddad 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal