Alma, Maldita Alma - Manuel Rivas
Edição/reimpressão:
2001
Páginas:
144
Editor:
Dom Quixote
ISBN:
9789722019880
Coleção:
Idioma:
Português
10%
€11,61
Ganhe €1,16
Esgotado ou não disponível.
ALERTA - avisar-me por e-mail quando novamente disponível
 

Sinopse

Desde a antiguidade, a busca mais intensa do ser humano é o lugar onde habita a alma. Em Alma, Maldita Alma, Manuel Rivas dá resposta a este enigma de uma forma actual, simples e irónica. Um magnifico livro que não deixará de surpreender e deliciar o leitor.

Alma, Maldita Alma de Manuel Rivas
Críticas de imprensa

O livro de Manuel Rivas é sobre as almas que habitam o mundo, as coisas, os animais e as pessoas. Rivas conta-nos pequenas histórias, treze, onde a infância na Galiza (...), os relatos dos emigrantes, a influência da Igreja Católica e o mar dos marinheiros são as personagens e marcam a escrita.
João Pedro George in (livros) - Setembro/2001

(...) colectânea de 13 contos. Alguns são brevíssimas histórias - como «A caminho da ponte» ou «O’Mero» - e todos mostram a ironia, o humor e o «saber contar» do autor.
in JL em 27/06/2001

Depois de «Que Me Queres, Amor?» e de «Lápis do Carpinteiro», eis o regresso de um dos mais bem sucedidos escritores galegos actuais. Este livro reúne uma dúzia de contos sobre «as formas e os lugares da alma» ilustrando uma demanda tão antiga quanto o objecto demandado. Onde aquela "morrinã» mansa, quase Portugal, é temperada pela ironia clara e terna de Rivas.
in «Mil Folhas» (Público) em 07/07/2001

Lançado em Espanha há cerca de quatro anos (...) este título encerra um conjunto de contos subjugados a uma incessante procura de lugares e dos contornos da alma. Atravessada por fios invisíveis de melancolia, quase todas as histórias derivam na depuração das suas personagens, numa feliz tentativa de descortinar a real essência do ser humano. E Rivas consegue-o através do retrato de pequenas tragédias domésticas e do desfiar de momentos verdadeiramente irónicos e bem-humorados. Leia-se, por exemplo, «A Noite em Que Fui às Moças».
Maria José Oliveira in «Mil Folhas» (Público) em 3/5/2003

comentários

Coloque aqui o seu comentário - Alma, Maldita Alma
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Características

Alma, Maldita Alma de Manuel Rivas

Ano de edição ou reimpressão: 2001

Editor: Dom Quixote

Idioma: Português

Dimensões: 160 x 240 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 144

Coleção: Ficção Universal


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Romance


Alma, Maldita Alma
 
in «Mil Folhas» (Público) em 07/07/2001

Lançado em Espanha há cerca de quatro anos (...) este título encerra um conjunto de contos subjugados a uma incessante procura de lugares e dos contornos da alma. Atravessada por fios invisíveis de melancolia, quase todas as histórias derivam na depuração das suas personagens, numa feliz tentativa de descortinar a real essência do ser humano. E Rivas consegue-o através do retrato de pequenas tragédias domésticas e do desfiar de momentos verdadeiramente irónicos e bem-humorados. Leia-se, por exemplo, «A Noite em Que Fui às Moças».
Maria José Oliveira in «Mil Folhas» (Público) em 3/5/2003

Desde a antiguidade, a busca mais intensa do ser humano é o lugar onde habita a alma. Em Alma, Maldita Alma, Manuel Rivas dá resposta a es..." /> " />

Do mesmo autor

Manuel Rivas 
Manuel Rivas 

Veja outros titulos do tema

Afonso Noite-Luar 
Livro 3 da Trilogia do Lótus
José Rodrigues dos Santos 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal