A Representação do Espaço em Saramago - Horácio Ruivo
Da negatividade à utopia
Edição/reimpressão:
2017
Páginas:
308
Editor:
Edições Esgotadas
ISBN:
9789898801500
Coleção:
Idioma:
Português
10%
€18,00
Ganhe €1,8
Em stock - Envio imediato
 

Sinopse

O presente estudo incide sobre o espaço na obra literária de José Saramago. Considerada uma categoria intencionalmente privilegiada pelo escritor em muitos dos seus romances, não apenas na dimensão física, mas numa multiplicidade de sentidos emergentes a partir dos diferentes tópoi apresentados, reconhece-se a existência de uma linha ascensional que reflete a forma evolutiva como vão sendo apresentados os espaços, reais ou sugeridos, em interação com as personagens, implicando nestas um forte crescimento interior.

Vão ser exploradas as dimensões humana e simbólica do espaço. A cada uma destas dimensões é associada, respetivamente, a memória e a violência, ambas importantes linhas de forças na obra saramaguiana. A memória revela-se como um espaço determinante na formação da consciência individual e coletiva: a memória individual visa recuperar do passado a essência daquilo em que o ser humano se vem a tornar; a memória coletiva surge pela necessidade de resgatar momentos do passado histórico que foram intencionalmente eliminados do discurso canónico. Por seu turno, a violência surge associada a espaços - menos físicos do que simbólicos - e constitui-se como metáfora da sociedade, espaço onde o ser humano é frequentemente desrespeitado ou induzido a um estado de apatia que o impede de se afirmar e realizar.

A partir de cinco romances analisados, procura sustentar-se a tese segundo a qual o espaço, em Saramago, evolui da negatividade para uma dimensão de utopia, surgindo a negatividade refletida na forma como o autor nos apresenta o espaço inicial, no qual a movimentação das personagens parece contagiada por uma carga negativa que as condiciona; desse espaço emanam, contudo, forças que fazem germinar nas personagens a consciencialização do caos em que se encontram e as impelem à busca de um outro espaço, de utopia, onde seja possível (re)viver.
A Representação do Espaço em Saramago de Horácio Ruivo

comentários

Coloque aqui o seu comentário - A Representação do Espaço em Saramago
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Horácio Ruivo nasceu na Carregueira, aldeia ribatejana do concelho da Chamusca, a 17 de outubro de 1960.
Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, depois também em História. Fez o mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares e o doutoramento em Literatura Portuguesa.

É professor do ensino secundário, colaborando regularmente com o ensino superior em áreas como a formação de professores e a utilização das tecnologias da informação e comunicação em contexto educativo.

Desenvolve investigação no Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais da Universidade Aberta. Publicou um trabalho sobre a obra Mythologies de L'occident. Les bases religieuses de la culture occidentale, de Claude-Gilbert Dubois, na revista do Centro de Estudos sobre o Imaginário Literário da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da (...)

Bibliografia

2017
Edições Esgotadas

Características

A Representação do Espaço em Saramago de Horácio Ruivo

Ano de edição ou reimpressão: 2017

Editor: Edições Esgotadas

Idioma: Português

Dimensões: 148 x 229 x 20 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 308

Coleção: Universitas


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Ensaios


A Representação do Espaço em Saramago
 

Do mesmo autor

Veja outros titulos do tema

Anabela Mota Ribeiro 
Onésimo Teotónio Almeida 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal