A Flor da Rosa - João Miguel Fernandes Jorge
Edição/reimpressão:
2000
Páginas:
192
Editor:
Relógio D'Água
ISBN:
9789727085897
Idioma:
Português
10%
€12,12
Ganhe €1,21
Envio até 10 dias
 

Sinopse

Este novo livro do poeta João Miguel Fernandes Jorge diz no frontispício "Ficção/Arte". JMFJ já há muitos anos que vem escrevendo sobre arte, quer colaborando em jornais (actualmente, de novo, n' "Independente") ou revistas, com textos para catálogos, etc.. Esses textos aparecem, e ainda bem para nós leitores, mais tarde publicados em livro. Acontece assim desde "Paisagem com muitas Figuras" (1984). Em 1988 JMFJ publica a sua primeira obra de ficção, "Nem Vencedor nem Vencido". Este livro aparece referido, como dizíamos, "Ficção/Arte". O autor explica no preâmbulo à edição: ""A Flor da Rosa" é um livro em que se reúnem múltiplas descrições. Umas vêm do acidente das coisas quando essas coisas guardam o artifício de uma pequena viagem, (...) outras, sob a forma de pequenas ficções, tecendo-se ao redor de pinturas de Caravaggio, Angussola, Van Dyck, La Tour, Sebastiano del Piombo ou Domingos Sequeira. Outras, ainda, estabelecem o artifício da arte ao redor da fotografia de Albano Silva Pereira, da imagem fílmica de Pedro Costa e da pintura de Bento Coelho ou Francisco Henriques.
" Há também algumas páginas sobre o tempo que encontramos em "Naturezas Mortas". Um tempo que se deixa repetir como aquele que poderemos ouvir nas "Variações sobre um tema de Corelli" de Sergei Rachmaninov. Outros espaços deste livro entram pelo falseado tempo de acidente de uma história. Assim acontece com "A Casa das Mudas" ou "Sumatra Cum Laude". " Tempo desaparecido são estas descrições. É o que tem lugar em "Azazel"-uma história de natal - ou em "Rostos" ou ainda em "Paula Rego/Agustina Bessa-Luís"." Pelo meio dos textos aparecem algumas das imagens referidas.
A Flor da Rosa de João Miguel Fernandes Jorge

comentários

Coloque aqui o seu comentário - A Flor da Rosa
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


1943, Bombarral. Poeta, prosador e crítico artístico, licenciado em Filosofia, desenvolveu também a actividade docente. Estreia-se na poesia com o volume Sob Sobre Voz, onde joga, de forma inquietante, com a não referencialidade de uma palavra que se situa na contiguidade com o indizível. Ou seja, nas palavras de Joaquim Manuel Magalhães, a perturbação gerada na leitura da sua poesia decorre da nossa formação ocidental, pela qual se torna "difícil de abdicar de um real para o qual as palavras não apontem" ("alguns descobriram que dizer barco não é arrastar à palavra um barco ou dizer aos outros que um barco está ali, mas revelar um local onde um barco não está, onde a memória dele se tornou uma música de fonemas em que desaparece o barco e o homem descobre a solidão que é dizer barco sem um barco ser. Este trabalho silencioso de captação da ausência percorre a (...)

Bibliografia

2015
Relógio D'Água
2015
Relógio D'Água
2012
Modo de Ler
2012
Relógio D'Água
2011
Relógio D'Água
2011
Teatro de Vila Real

Características

A Flor da Rosa de João Miguel Fernandes Jorge

Ano de edição ou reimpressão: 2000

Editor: Relógio D'Água

Idioma: Português

Dimensões: 136 x 209 x 8 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 192


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Arte > Estilos e Influências
Literatura > Outras Formas Literárias


A Flor da Rosa
 

Do mesmo autor

João Miguel Fernandes Jorge 
João Miguel Fernandes Jorge 
Jorge Pinheiro 

Veja outros titulos do tema

História de uma Cor
Michel Pastoureau 
Entrevistas com Pierre Cabanne
Marcel Duchamp 
(edição bilingue de luxo, em capa dura, com sobrecapa)
Libório Manuel Silva 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal