A Casa do Pó - Fernando Campos
Edição/reimpressão:
2005
Páginas:
440
Editor:
Difel
ISBN:
9789722907477
Idioma:
Português
10%
€18,17
Ganhe €1,82
Esgotado ou não disponível
 

Sinopse


Um homem que desconhece a sua ascendência e origem. Só um medalhão que traz ao peito desde sempre o pode levar a descobrir quem é. Um enigma humano e verdadeiro passado em Portugal no século XVI.

Romance histórico nas rigorosas reconstituições factuais e locais, no recorte de muitas das figuras que atravessam a cena, ficção na intriga e no delineamento de personagens inteiramente criadas ou apenas recriadas, A Casa do Pó tem como pano de fundo um drama ocorrido em Portugal no séc. XVI protagonizado por membros da mais alta nobreza das cortes de D. Manuel I e D. João III.
A acção estende-se por Portugal, Espanha e toda a bacia mediterrânica dominada por Venezianos e Turcos, até à Palestina e nela se sucedem episódios cheios de lirismo, de crueldade e de aventura.
Um humor delicado e uma boa dose de "suspense" à maneira dos bons policiais são outras marcas do texto. Mas o autor, ele mesmo o escreve em nota final, não pretendeu apenas fazer uma mera "incursão pelo chamado romance histórico. O que aí está são velhos problemas da humanidade que, vindos de há séculos, ainda hoje persistem nos mesmos cenários e saltam para outros mais alargados e vastos."

A Casa do Pó de Fernando Campos
Críticas de imprensa
"O chamado romance histórico teve em Fernando Campos, e no seu A Casa do Pó, mais do que um cultor. Pode dizer-se mesmo que Fernando Campos interpretou, melhor que ninguém, o espírito do próprio romance histórico, ao reinventar e reescrever as crónicas que são o fundamento deste género literário…"
LER

«A Casa do Pó é um romance sem padrinhos. Fernando Campos, o seu autor, é um homem que durante dez anos persistiu na demanda do enigma de Frei Pantaleão, franciscano no Itinerário da Terra Santa. O enigma resistiu à investigação mas a ficção portuguesa ganhou um romance extraordinário, melhor entre os melhores.»
Expresso

«Fernando Campos sai cá para fora com um excelente romance (…) E excelente porque o autor soube sacudir as estruturas do romance histórico, insuflando-lhe um sopro inventivo que é a marca da modernidade e, porque não acrescentar, do talento próprio, pessoal e intransmissível…»
O Jornal

comentários

Coloque aqui o seu comentário - A Casa do Pó
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Autor


Fernando Campos nasceu em 1924, em Águas Santas, concelho da Maia, nos arredores do Porto, e faleceu em 2017, em Lisboa. Estudou em Coimbra onde se licenciou em Filologia Clássica e foi professor no Liceu Pedro Nunes, em Lisboa.
Para além de algumas obras didácticas e pequenas monografias de investigação etimológica e literária, é autor do romance histórico "A Casa do Pó", a sua primeira obra de fôlego a ser publicada e que o colocou entre os grandes escritores portugueses, a que se seguiram "Psiché", "O Homem da Máquina de Escrever","O pesadelo de Deus", "A Esmeralda Partida" (Prémio Eça de Queirós - 1995), "A Sala das Perguntas", "Viagem ao Ponto de Fuga", a "Ponte dos Suspiros" e "…que o meu pé prende…".
Algumas das suas obras estão traduzidas em França, Alemanha e (...)

Bibliografia

2014
Divina Comédia
2013
Divina Comédia
2012
Alfaguara Portugal
2011
Alfaguara Portugal
2011
Alfaguara Portugal

Características

A Casa do Pó de Fernando Campos

Ano de edição ou reimpressão: 2005

Editor: Difel

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 231 x 35 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 440

Coleção: Literatura Portuguesa


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Romance


A Casa do Pó
 
LER

«A Casa do Pó é um romance sem padrinhos. Fernando Campos, o seu autor, é um homem que durante dez anos persistiu na demanda do enigma de Frei Pantaleão, franciscano no Itinerário da Terra Santa. O enigma resistiu à investigação mas a ficção portuguesa ganhou um romance extraordinário, melhor entre os melhores.»
Expresso

«Fernando Campos sai cá para fora com um excelente romance (…) E excelente porque o autor soube sacudir as estruturas do romance histórico, insuflando-lhe um sopro inventivo que é a marca da modernidade e, porque não acrescentar, do talento próprio, pessoal e intransmissível…»
O Jornal
Um homem que desconhece a sua ascendência e origem. Só um medalhão que traz ao peito desde sempre o pode levar a descobrir quem é. Um enigm..." />

Do mesmo autor

Fernando Campos 
Fernando Campos 
Fernando Campos 

Veja outros titulos do tema

Afonso Noite-Luar 
Lesley Pearse 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal