100 Poemas nos Cem Anos de António Aleixo - Manuel Antunes Marques
Edição/reimpressão:
2003
Páginas:
100
Editor:
Editorial Minerva
ISBN:
9789725915684
Idioma:
Português
10%
€8,00
Ganhe €0,8
Esgotado ou não disponível.
ALERTA - avisar-me por e-mail quando novamente disponível
 

Sinopse

Introdução

Perpetuar a memória dos heróis, poetas e escritores é um dever não só das Instituições Públicas, mas também dos cidadãos do País, estejam eles em território nacional ou estejam "vagueando" pelo mundo. A forma de perpetuar essa memória é diversa. A mais nobre é que coloca o herói num pedestal, maior ou menor, cuja figura reflicta a pessoa que se quer imortalizar. É a estátua a forma que mais impacto tem junto das populações. Outra maneira é feita através da toponímica das cidades, vilas e aldeias, dando o nome de homens ilustres às ruas, praças e avenidas. Existem ainda outras maneiras, como a divulgação da sua obra através de livros, colóquios e conferências.
Um outra forma é continuar a sua obra.
O autor já escreveu o Poema "Os Lusos", obra camoniana na continuação d’Os Lusíadas, recentemente editada, que nos doze cantos descreve toda a História de Portugal, desde o nascimento de D. Sebastião até à Constituição de 1933. Da mesma forma, neste livro, o autor continua a obra de António Aleixo, em comemoração do centenário do seu nascimento.
António Aleixo foi um dos maiores poetas populares portugueses, cuja poesia, rica de conteúdo, está condensada em dois livros que nos deixou. Homem do povo, pobre e quase analfabeto, teve o condão de saber transferir as agruras da vida para a poesia, dando a conhecer uma filosofia que não se aprende em qualquer compêndio, mas é vivida e sofrida no dia-a-dia.
Para continuar a obra de António Aleixo, o autor glosou algumas quadras dos seus livros, dando ao poema uma forma diferente, ao mesmo tempo que se misturam dois pensamentos poéticos:
O pensamento de António Aleixo, cujo mote reflecte a sua maneira de sentir;
As glosas que, enquadradas no mote, dão uma nova forma à poesia de António Aleixo, sem contudo a desvirtuar.

O autor

100 Poemas nos Cem Anos de António Aleixo de Manuel Antunes Marques

comentários

Coloque aqui o seu comentário - 100 Poemas nos Cem Anos de António Aleixo
Nome:
Título do comentário
Comentário
 
 
 
 
 
* campos de preenchimento obrigatório
 

Características

100 Poemas nos Cem Anos de António Aleixo de Manuel Antunes Marques

Ano de edição ou reimpressão: 2003

Editor: Editorial Minerva

Idioma: Português

Dimensões: 145 x 209 x 4 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 100


Tipo de Produto: Livro

Classificação Temática:

Livros em Português
Literatura > Poesia


100 Poemas nos Cem Anos de António Aleixo
 
" />

Do mesmo autor

Poema histórico sobre a glória do Benfica
Manuel Antunes Marques 

Veja outros titulos do tema

José Tolentino Mendonça 
Nikolai Gógol 
Preços, descontos e ofertas válidos apenas online
|   Condições gerais de venda   |   Compras 100% seguras   |   Política de Privacidade   |   Ajuda    |   Recrutamento   |
©2013 Grupo Bertrand Círculo. Todos os direitos reservados, Lisboa, Portugal