Palavra de Escritor | Filipa Leal

21/06/2019 às 18h30

Filipa Leal nasceu no Porto em 1979. É poeta, jornalista e argumentista. 

Formada em Jornalismo pela Universidade de Westminter (Londres), é Mestre em Estudos Portugueses e Brasileiros pela Faculdade de Letras do Porto. Trabalhou em rádio, imprensa e televisão. Publicou o seu primeiro livro, lua-polaroid, em 2003, a que se seguiram oito títulos de poesia, entre os quais A Cidade Líquida, O Problema de Ser Norte, A Inexistência de Eva (ed. Deriva), Adília Lopes Lopes (não-edições) ou Vem à Quinta-feira (2016, ed. Assírio & Alvim). 

O seu livro A Cidade Líquida foi publicado em Espanha pela editorial Sequitur. Em 2016, a editora colombiana Tragaluz publicou a primeira antologia que reúne poemas de toda a sua obra no livro En los días tristes no se habla de aves. Escreveu, com a realizadora Patrícia Sequeira, a longa-metragem de cinema Jogo de Damas, pela qual receberam o prémio Golden Aphrodite de Melhor Guião no Festival de Cinema do Chipre (2016) e o Prémio de Melhor Guião no International Monthly Film Festival de Copenhaga (2017). Autora e argumentista da série Mulheres Assim, emitida na RTP1 (2016-2017). Atualmente, colabora com o programa semanal Literatura Aqui, da RTP2 (Prémio SPA para Melhor programa de Entretenimento 2017).

Moderado por: Sérgio Almeida

Livraria Bertrand - Rua da Fábrica

Rua da Fábrica, n.º 90

4050 - 246 , Porto