José Augusto de Vasconcellos e Sá

José Augusto de Vasconcellos e Sá

Biografia

José Augusto de Vasconcellos e Sá começou a sua carreira literária em 1952 publicando contos no jornal Diário Popular, na secção Um Conto por Dia. Em 1955 publicou o romance Perdoa, Pedro, a que se seguiu E Venceram a Morte, no ano seguinte. Em 1957 é a vez do livro 5101, sob o pseudónimo Peter Craft. O seu primeiro livro de poesia, Resumo de Meia-Vida, veio a lume em 1974. Em 1978, edita Trincadelas Revolucionárias, as suas crónicas políticas de escárnio e de maldizer. Em 1980, o autor publica novo livro de poesia, Voto Portugal, em torno da política nacional. Seguiram-se, em 1983, Sem Tempo para Morrer e, em 1996, Drogas! Que Futuro?! Apenas a Morte!, actualmente na nona edição. Os seus mais recentes títulos são Perfil de um Candidato e O Gozo de ser Poeta, de 2000 e 2001, respectivamente.
Colaborou regularmente, com crónicas e ensaios filosóficos, nos jornais O Primeiro de Janeiro; A Capital; O Século; O Templário; Diário Popular; A Voz; Notícias de Évora; A Defesa; O ZÉ - do qual foi director quatro anos -, Mensageiro de Bragança; A Voz de Esmoriz; O Valenciano; Eco do Funchal e ainda O Português na Austrália.
partilhar
Aconteceu Ontem
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.